Exercício de Sensibilização

ALINE THOMAS IRUMÉ

ALINE THOMAS IRUMÉ Publicado 07/08/2017 


Bom dia, acabo de assistir ao primeiro vídeo do Módulo III, "RESOLUÇÃO DE DISPUTAS BASEADAS EM COMPETÊNCIAS". Neste foi proposto o exercício de sensibilização, cujo objeto de análise é a imagem intitulada "Domingo no Morro", de Ely Heil.

Então, de modo bem aberto e exposto, resolvi compartilhar o que respondi no meu "caderninho".

1) O que vejo? Uma vida em sociedade, na qual cada um vive de forma individual ou compartilhada com um terceiro. De modo geral, percebo que as pessoas vivem suas vidas conforme "o contrato social", sendo livres conforme a liberdade do outro. Vejo que diversos indivíduos compartilham espaços, mas não necessariamente suas vidas; e preferem observar sem necessariamente se envolver.

2) O que sinto? Angústia. Sinto que há uma certa individualidade exacerbada no modo em que vivemos, de modo a não incentivar o fortalecimento de conversas, cooperações e, consequentemente, das relações. Ou seja, nos colocamos, mesmo que inconscientemente, numa posição defensiva em relação aos demais.

3) O que imagino? Pessoas ou núcleos familiares vivendo em suas bolhas, escondendo-se dos seus semelhantes. Talvez porque sintam que agir de modo diverso possa ser cansativo, complicado ou até mesmo doloroso, em certo nível. Ou por outro lado, talvez todos estejam tão acostumados como esta forma de viver e pensar (cada um cuida e fica no seu próprio espaço, que deixaram de se importar.


Voltar ao topo